Gratidão!

 

Conseguimos! \o/

 

“A Campanha de Natal: um dia de sítio está prontinha para ser entregue para todas as crianças da Escola Nossa Senhora Aparecida , de Itobi – interior de SP ! (a cidadezinha vizinha aqui do sítio).
Como a gente contou no post anterior, todo ano aqui no sítio a gente também faz a nossa campanha de Natal. A gente acredita que essas campanhas vem para espalhar ainda mais esse sentimento bom de saúde, de vida nova,  de abundância e prosperidade para o  novo ano que se inicia.

É um jeito gostoso de multiplicar esse “tudo de bom” que a gente tanto deseja!

E foi com este sentimento no coração, que escolhemos para a nossa Campanha de Natal, algo que alimentasse não só o corpo, mas também a alma, os sentimentos positivos delas, que são as nossas sementinhas do amanhã: as crianças.
Por isso, queremos registrar aqui a nossa GRATIDÃO à todos vocês que presentearam cada uma das 120 crianças da Escola Nossa Senhora Aparecida. E que presente!

Michela Aimar, Leica Kawasaki,  Nelza Shimidzu, Patrícia Dini , Mônica Abreu,  Carla Capucho, Claudio Lorenzzeti, Janalice de Jesus, Valdelis Okamoto, Afra Balazina, Erika Ramos, Monica Hosaka, Bettina Martins Castro, Ana Paula Figueiredo, Andrea Ferreira, Guilherme da Nobrega, Daniela Kappel, Daniela Strozi, Claudio Lorenzetti, Ana Luisa Seelaender, Ana Maria Baptista, Rosana De Filippi,  Monica do Nascimento, Fernanda Tomé Sturzbecher, Frans Schoenmaker, Marta Schoenmaker, Ingrid Schoenmaker, Julio Benedito, Nicolette Stoltenborg, Carlos Dias, Liliane Brambilla, Carolina Maneta,  Paulo Benedito, Adriana Pereira, Eduardo Francisco Claudio, Adriana Pereira, Gabriela Viudes, Larissa Mazza, Nelson, Adalberto,Mauricio Ajzenberg, Alice Dias Garcia, Ana Cristina Napolitano, Carolina Atalla, Lourdes de Castro, Hilda Caritá, Tamara Barile, Adriana Sanches, Janaina Iacomo, Terezinha Antonieta Pereira, Maria Froes, Ria Schonemaker, Petronela, Paula Benedito, Claudia Rodrigues, Elisa Correa, Cristina Penteado, Ellaine Antonio, José Neto, Neide Vieira, José Fernando, Maristela Albejante, Adalberto, Ludymila Terra, Maria de Lourdes Campos, Renata Debiazzi, Violeta, Renata Mangini.

Graças à vocês, na volta às aulas, as eco educadoras Kátia e Viviane, do nosso Centro de Ecologia, vão transformar estas doações em um dia de muita saúde e muita natureza.

 

“Se as crianças não tiverem contato com a natureza desde pequenas,
depois não saberão cuidar do verde,pois é preciso construir  o sentimento de pertencimento.”

– Richard Louv –

 

Richard Louv, o estudioso americano que cunhou o termo “transtorno de déficit de natureza” para chamar a atenção aos problemas físicos e mentais derivados de uma vida desconectada do mundo natural, mostra em suas pesquisas que qualquer ser humano, especialmente na infância, precisa de contato com a natureza para se desenvolver e ter uma vida saudável. Louv, no seu livro A última criança na natureza, demonstra que crianças em contato com o verde melhoram o desempenho na escola e podem até reduzir sintomas de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade.

Ricardo Cardim, criador do projeto Floresta de Bolso, também acredita que muitas crianças ouvem falar em meio ambiente, mas não têm a chance de colocar a mão na massa. “Nós, seres humanos, ficamos 300 mil anos em contato com a natureza. Nos últimos 40 anos, fomos morar na cidade. É tudo muito recente. Sentimos falta disso. A reconexão é fundamental para entendermos nosso ciclo natural”.

 

Fonte: Criança e Natureza , Instituto Alana.

 

Por isso, a intenção da nossa Campanha que vai se concretizar agora, no volta às aulas,  é re aproximar as crianças da comida de verdade. Ver de pertinho de onde vem o nosso alimento, passeando e fazendo atividades em nossa roça orgânica, conhecendo os produtores, ouvindo suas histórias e sentindo a terra. Plantando, colhendo e comendo direto do pé. E para finalizar o dia, um passeio em nossa Reserva Natural estimulando os sentidos e percebendo cada vez mais o quanto estamos conectados com todas as formas de vida que existem no planeta. Ou, em outras palavras: tocando o coração de cada criança para sentir cada vez mais o quanto fazemos parte da natureza e quanto ela faz parte de nós.

 

E essa re conexão é o diríamos, “o primeiro passo” para uma cultura de cuidado.
Cuidado com a nossa saúde e da saúde do planeta!

 

Ficou com vontade de conhecer mais sobre o que fazemos por aqui
através do nosso Centro de Ecologia?  Veja AQUI!